Dicas

Piso para área externa: você sabe como escolher? Veja aqui!

março 13, 2019
piso para área externa
Tempo de leitura 3 min

Na hora de escolher os acabamentos para a sua casa, muitas dúvidas podem surgir. Uma delas é sobre a diferença entre o piso para área externa e interna.

Os revestimentos utilizados na parte de dentro da residência acabam recebendo mais atenção, porém, os pisos de fora também são importantes e merecem o mesmo cuidado. Os materiais para pavimentar as áreas de entrada e do quintal devem ser resistentes, ter características antiderrapantes e garantir fácil limpeza.

Para escolher corretamente o piso a ser utilizado nesse espaço, alguns elementos precisam ser considerados. A estética também conta na avaliação, mas os aspectos técnicos são os que mais ajudam a evitar dores de cabeça com manutenção ou troca do revestimento.

Se você quer saber mais sobre os pisos para área externa e entender o que é preciso para definir um revestimento adequado, confira as dicas a seguir!

Avaliação do ambiente

A primeira dica é analisar as características do local. Por exemplo, a quantidade de pessoas que transitam pela casa, a existência de animais domésticos na área, o espaço e o uso da garagem e outras particularidades da residência.

Em áreas externas com piscina, por exemplo, não é recomendado usar pisos que desgastem com o tempo, pois os resíduos podem sujar a água. Já nas áreas de trânsito e estacionamento de veículos, uma boa dica é utilizar concreto, por ser um material bastante resistente.

Porosidade e resistência do piso

A porosidade é a característica do material que determina a quantidade de poros naquela superfície. Sendo assim, o material pode absorver mais ou menos água, dependendo do volume de poros, fator que influencia diretamente na resistência.

A lógica é esta: quanto maior for a absorção de água do revestimento, menor será sua capacidade de suportar impactos. A cerâmica impermeável aguenta mais ao desgaste e às cargas. O nível de resistência de pisos cerâmicos é dado no índice PEI ― Porcelain Enamel Institute. Essa informação pode ser verificada diretamente com o fabricante do material.

Para os pisos da área externa, quanto maior for o índice PEI, melhor, pois isso significa que o material é resistente o suficiente para aguentar as condições de um ambiente ao ar livre.

Limpeza e manutenção

Normalmente os pisos para área externa podem ser limpos com água ou vassoura. A frequência dos serviços de higienização desses espaços deve ser definida de acordo com o estilo de vida dos moradores e também com as especificações de fabricação dos revestimentos.

Lembrando que os pisos mais claros evidenciam a sujeira acumulada, então, os materiais de tonalidades coloridas e escuras podem oferecer mais vantagens para manter uma estética agradável do ambiente externo.

Característica antiderrapante

O piso muito liso pode ocasionar acidentes domésticos, principalmente quando é utilizado em terrenos com declive. Para manter a segurança da sua família e também das visitas, utilize revestimentos com capacidade antiderrapante principalmente em espaços que eventualmente ficarão molhados, como pátios de entrada e locais de banho.

O piso para área externa ideal para a sua residência é aquele que se enquadra no seu gosto pessoal e atende às recomendações que mostramos neste post. A beleza do revestimento escolhido ajuda a formar o ambiente residencial, porém, lembre-se sempre de que, além disso, é indispensável considerar características como custos, frequência de limpeza e exigências do ambiente. Só assim você poderá evitar arrependimentos no futuro.

Se você quer saber mais sobre os pisos para ambientes externos e escolher a opção que fecha melhor com as suas necessidades, entre em contato com a Guedes Materiais! Nossa equipe de especialistas está preparada para ajudá-lo!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário