Dicas

6 sinais de que está na hora de fazer uma reforma elétrica na sua casa

janeiro 25, 2019
Reforma Elétrica
Tempo de leitura 3 min

A reforma elétrica consiste em reparar ou substituir elementos que compõem as instalações de uma residência. Isso inclui cabos, fios, lâmpadas, tomadas e demais itens que apresentam defeito ou que chegaram ao fim da vida útil.

O processo é fundamental para manter o bom funcionamento dos equipamentos elétricos e garantir a segurança dos moradores. Além disso, proporciona economia na conta de luz e evita gastos extras com eventuais reparos.

Mas como saber que chegou a hora de investir nesse serviço? Para ajudar, listamos 6 sinais importantes que você deve observar em casa!

1. Desperdício de energia

Um aumento repentino no valor da conta de luz indica problemas. Com o tempo, os circuitos podem ficar sobrecarregados e não suportar o consumo total da residência — principalmente se a casa é antiga e não passou por revisões recentes. Nesse caso, uma reforma se torna fundamental para adequar as instalações e manter o lar seguro.

2. Superaquecimento

Não é normal sentir peças superaquecidas após o uso de um aparelho elétrico. Isso pode acontecer com fios, tomadas e até interruptores. Se você encostou em alguns desses componentes e sentiu que estão muito quentes, precisa considerar a possibilidade de realizar uma reforma em casa.

3. Itens em mau estado

Cabos descascados, fios abertos/expostos e peças com indícios de corrosão representam perigos aos usuários, que podem ter contato com a corrente elétrica. Os danos causados a esses componentes também interferem na condução da eletricidade, reduzindo o desempenho dos aparelhos.

A melhor saída é investir na reforma elétrica para fazer a troca dos itens em mau estado e incluir peças adequadas aos equipamentos da casa. Trata-se de uma prática importante para evitar curtos e atender diferentes necessidades dos moradores.

4. Oscilações na rede

Nem sempre a interrupção de energia indica que o problema está dentro da residência. Porém, se os sinais de oscilação forem persistentes, vale investigar a causa para encontrar a melhor solução.

As flutuações acontecem quando a luz pisca repetidamente ou fica mais fraca. Nesses casos, a voltagem cai muito e compromete o funcionamento dos equipamentos. Para evitar danos em longo prazo, procure agendar uma revisão nas instalações.

5. Choques elétricos

Muitas pessoas se queixam de situações desagradáveis dentro da própria casa. As mais comuns incluem choques ao tocar no registro do chuveiro ou na porta da geladeira. Se isso acontece com você, não trate como algo banal e chame um eletricista.

Identificar a origem do problema é fundamental para evitar descargas elétricas que coloquem em risco a segurança das pessoas. Além de trocar componentes por meio da reforma, você pode investir em bons materiais para evitar o contato com a corrente — instalar protetores de tomada, por exemplo.

6. Cheiro de queimado

Esse é um sinal que costuma ser negligenciado nas residências. É fácil perceber se a fumaça surgiu por um dano específico no motor de um equipamento ou se passou a ocorrer em diferentes situações. Caso o cheiro de queimado persista, vá em busca de um especialista para resolver o problema quanto antes e evitar acidentes (queimaduras, choques, incêndio).

Como qualquer parte importante de uma construção, a instalação elétrica tem prazo de vida útil e precisa passar por revisões constantes. Portanto, valorize sua segurança ao adquirir bons produtos e contratar profissionais qualificados para executar todas as etapas da reforma elétrica.

Gostou deste artigo e acredita que pode ser útil para outras pessoas? Então, compartilhe-o em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário